notícias Soja começa a apodrecer nos EUA com armazéns cheios e falta de demanda e o Brasil está sendo beneficiado.

As vendas de grãos seguem travadas nos Estados Unidos neste momento. Nos atuais níveis de preços não se vende milho, tampouco soja e os produtores seguem aflitos no planejamento de sua nova safra, bem como de olhos bem atentos à toda e qualquer notícia que possa mudar a direção das relações entre a China e os Estados Unidos. Enquanto os dois países não encontram uma solução, os silos norte-americanos já não dão conta de tanto produto a ser estocado e em algumas partes dos EUA a produção já começa a apodrecer e perder qualidade por não estar estocada de maneira adequada. Enquanto o acordo entre China e Estados Unidos continua como especulação, a demanda da nação asiática pela soja brasileira é realidade e continua bastante aquecida. Números já mostram que as exportações da oleaginosa do Brasil são maiores do que as do ano passado e os lineups indicam que nos próximos meses seguem fortes os embarques de soja para a China. Fonte: Notícias Agricolas

Desenvolvido por Triacca Design Digital